quinta-feira, 31 de agosto de 2006

Princess Diana... 9 years have passed...


31. august 1997...9 years have passed and you're still on everyones' mind. Diana is not physically present but she is still alive in our hearts and in our thoughts.
We'll love forever!
Rest In Peace Princess Diana!!!

quinta-feira, 24 de agosto de 2006

Casa Magrella - Brasília | Verão 2007

Marinha é o tema das ofertas de verão da Casa Magrella para 2007. Independente do tema, a Casa Magrella apresenta uma moda sempre adaptável de acordo com a vontade e necessidade dos clientes que, por sua vez, anseiam pelas novidades. Antes da impressão visual, é importante dar atenção para os modernos recursos aplicados nos tecidos, para diferenciação de modelos aparentemente já apresentados em passarelas passadas – o que visualmente é verdade, em alguns casos, mas tecnicamente há o conforto que aumenta e mil outras vantagens nas recriações.
No verão, a moda praia praticamente toma conta das passarelas, e a primeira impressão nos desfiles é que os trajes acabam desfavorecendo determinados tipos físicos. Isso não impede que a pessoa gorda ou magra esteja com toques de modismo: novos comprimentos, cortes, modelos. A Casa Magrella tem todo esse cuidadoso trabalho na escolha, na produção e apresentação das ofertas, isso facilita muito para os clientes que cada vez mais precisam de qualidade aliada a muita praticidade. A questão das cores não é dominante, libertando o consumidor da idéia de que é preciso haver e obedecer às regras; tudo pode ser reestruturado, como os próprios criadores de moda fazem. O consumidor conseguirá facilmente desenvolver seu próprio estilo a partir de toda a produção apresentada pela Casa Magrella para o verão de 2007. Na loja, há a facilidade de perceber na oferta de verão, que não apenas apresenta resultados subjetivamente efêmeros e típicos da moda de passarela, mas sim, a loja mostra o máximo que pode ser aprendido e apreendido para o estilo através de sua profusão de ofertas pelo melhor meio: a qualidade aliada à contemplação que permanece e poderá ser novamente usada em outros verões. Porque a Casa Magrella não se preocupa apenas em oferecer, mas também com a sua escolha. Assim, a cliente Magrella, cada vez mais informada com a evolução dos tecidos e formas, prepara à sua moda, o estilo que melhor lhe serve, de modo que há sensação de conforto, confiança no visual e na durabilidade – isso resulta na satisfação. Na Casa Magrella, o verão 2007 chega com força total no estilo aparente e se estabelece na certeza da qualidade e dos motivos da moda; dessa forma, os clientes que, em parte, sempre são condicionados pela quantidade de ofertas apresentadas nas passarelas dos maiores eventos de moda, ficam satisfeitos porque a partir das ofertas da Casa Magrella, passam a ver no meio de tantas idéias da moda, o que o bom gosto da loja lhes ensina a ver e a perceber em cada detalhe, e não apenas o que estava diante dos olhos nas publicações, nas seqüências de desfiles.
É assim que funciona a Casa Magrella, e é esse o ritmo de apresentação das ofertas. Que os clientes Magrella sejam bem-vindos e usufruam do verão 2007 com todas essas vantagens.

terça-feira, 8 de agosto de 2006

Zuzu Angel no Cinema - Por Jamill Barbosa Ferreira

O assunto do momento, em cinema, é o filme que homenageia Zuzu Angel. Ela merece filmes, livros e muitos outros registros e méritos. Não adianta esforço para perceber na atual moda brasileira um ar de novidade, porque tudo isso a Zuzu Angel já fez. Suas criações vestidas hoje ou amanhã, sempre serão atuais porque sua moda era feita com arte, e a arte verdadeira não tem fim. Percebo dois momentos na moda de Zuzu Angel: 'glamour' e 'dor'. O glamour pelo reconhecimento do seu talento e a dor pelas pesadas injustiças.
O primeiro momento marca sua vida repleta de moda, de amigos no seu elegante grupo, amigos na política, cinema. Fora do Brasil sua moda foi aceita na hora... Joan Crawford e Kim Novak, por exemplo, vestiam e aplaudiam Zuzu Angel, que foi a primeira estilista brasileira com espaço no exterior.
A moda do segundo momento é heterogênea como seu espírito, tumultuado pela revolta com as injustiças e transformações, mas sempre com equilíbrio, com coerência. Passa das lições de estilo para uma profunda leitura de sua própria humanidade. E sem nunca esmagar sua força e seu espírito de mãe, expressa a verdade mais profunda através de suas criações: anjos feridos, figuras tristes e armas. Em sua moda surgiram e permanecem momentos de estupefação e tristeza. A expressão de sua força, de um forte exemplo de humanidade. A moda de Zuzu Angel, desde o começo, não reflete apenas um estilo visual e usável, mas tem características próprias que marcam sua presença ontem, hoje e sempre. Arte, força e exemplo. Zuzu Angel vive! Vive na arte de sua moda, na música de Chico Buarque, nos filmes, livros, registros, méritos e no exemplo de força e verdade, pois foi verdadeira com ela mesma, com os outros e com a moda.

Ilustração: fotografia Zuzu Angel (www.uva.br).