terça-feira, 4 de setembro de 2007

'Movimento: Vale a pena ler de novo' | Meme

DIANA VREELAND: LUXO E ELEGÂNCIA - 2005
[Reescrito - 2007]


Diana Vreeland (1906-1989) foi uma mulher exuberantemente luxuosa. De cabelos pretos e curtos, a pele era branca e maquiada. Uma atmosfera vermelha: batons, esmaltes, paredes de casa, paredes do escritório. Tudo vermelho e luxuoso. Ela viveu intensamente o presente, não o passado ou o futuro. Fazia exatamente o que lhe dava prazer em estilo, moda, porque tinha temperamento forte e sabia que agradava sendo exatamente assim, tão natural. Sua história mostra toda a carga que ela teve de suportar para não se deixar abater quando, por exemplo, sua mãe a comparava com a irmã ou a rotulava de "feia". Talvez, daí tenha surgido toda a força do seu temperamento e a convicção de que era necessário formar sua personalidade baseada em tudo o que ela própria queria que fosse, não interessava beleza ou comparações.Para Diana Vreeland, interessava autenticidade e peculiaridade. E para isso ela só precisou ser ela mesma. Mme Vreeland não seguiu nada nem ninguém e refletiu para as mulheres a capacidade de cada uma assumir sua própria humanidade, despertando a beleza individual. Ela não se preocupou em se amargurar e se recriminar por acontecimentos do passado, também não lhe interessava perder tempo imaginando o futuro. Ela viveu o seu presente. E é aí que está a graça. É aí que está a imortalidade da chique Diana Vreeland, que trilhou naturalmente um caminho de glamour: por 25 anos foi editora de moda da Harper’s Bazaar, em seguida assumiu a diretoria da Vogue. Em 1971, quando deixou a Vogue, tornou-se consultora do Costume Institute of the Metropolitan Museum of New York, organizando exposições de estilo e moda que permanecem e sempre serão comentadas. Autora de D.V. (foto), sua autobiografia - que sem querer comparar, mas já comparando: tem a mesma fórmula da primeira edição do brasileiro “Dener, O Luxo”, publicado originalmente em 1972 pelo estilista Dener Pamplona de Abreu - é um livro muito divertido, cheio de tiradas ótimas e acontecimentos aparentemente regados por muita fantasia, mas não menos reais por isso. Que vale a pena qualquer pessoa que goste, consuma ou estude moda ter um em casa. Além de DV, o mito Diana Vreeland também escreveu Allure, que inclui ‘estudo fotográfico’ com Greta Garbo, por exemplo. Também escreveu sobre Yves Saint Laurent, a moda de Hollywood, colaborou com livros sobre grandes nomes da moda, do jet set e do cinema, além de produzir belos catálogos para o Metropolitan Museum e exposições fotográficas e de moda pelo mundo. Novamente volto ao ponto da despreocupação com o passado e o futuro. O tempo, que só apaga e desfaz, praticamente apagou a visão de Diana Vreeland nos seus últimos meses de sua vida ("os meus olhos cansaram de ver tanta beleza", teria declarado), mas o tempo não desfez e nem desfará sua lição de estilo para o mundo.

Post referente ao Meme (Movimento entre Blogs “Vale a pena ler de novo”). Repostagem e reedição do texto original “Diana Vreeland: Luxo e elegância” por Jamill Barbosa Ferreira (Publicado em 15 Março 2006, Rio de Janeiro).

Movimento entre Blogs “Vale a pena ler de novo” - Meme


Informações:

1 – Qualquer blog convocado pode participar;
2 – O blogueiro que participar deve escolher entre os textos postados de sua autoria o que mais gostou e então republicá-lo. Pode trocar foto e modificá-lo de algum jeito;
3 – Exibir o texto: “Movimento: Vale a pena ler de novo” no ‘post’, para identifica-lo como participante, juntamente à essas regras;
4 – Convocar mais 5 blogs para esse movimento colocando os links deles no seu post republicado.
5 – Caso seja convocado mais de uma vez, se quiser, o blogueiro pode republicar mais algum ‘post’ de sua escolha.

Idealização: http://www.oticamiope.blogspot.com/
Indicação:
www.claudialis.blogspot.com


Um comentário:

Claudia Lis disse...

Oi Jamill,

Gostei de conhecer um pouco sobre a Diana Vreeland. Nossa, muito boa ela! Ser editora de moda da Harper’s Bazaar e em seguida diretora da Vogue (são as minhas favoritas, mais a In Style, até mesmo na questão do layout) não é para qualquer um, com certeza!

Boa escolha para o meme, Jamill. E obrigada por participar!

Beijos