sexta-feira, 5 de outubro de 2007

Moda - Prêt-à-Porter De Mundo | Galliano e Dior em primavera-verão 2008

De novidade não teve nada, mas... Serei bondoso. Lembrando tudo o que apareceu nos anos 20 e 30, naquela magnífica atmosfera andrógina de Marlene Dietrich, o prêt-à-porter de John Galliano para a Christian Dior primavera-verão 2008 veio bem bonito. Detesto comentar prêt-à-porter, mas vou fazer dessa vez. Você lembra da coleção com base em Madame Butterfly? Repetiu-se a base, digamos... No ritmo de Englishman in New York, de Sting, as modelos desenrolavam o desfile. Gostei do branco com cartola que lembra o jazz dos anos 30, eu só mudaria o comprimento da calça, mas tinha coisa mais bonita que isso. Gostei da perfeição dos ombros. Cores perfeitas. Chapéus, toucas e boinas. Ele mais acertou do que errou. A arranhada veio no final, quando ele apareceu com as pernas de fora, gravata desfeita e com aquela pose…[risos]… Coisa feia, Galliano. Destaco os prediletos nas fotos, numerados e comentados abaixo.

1 – Gostei da cor, da modelagem. Ideal para ser usado em casamento, quando o homem usar terno completo ou até mesmo black-tie (smoking), daí é só colocar brincos bem bonitos e grandes, dispensando colar;

2 – Esse vestido é muito fácil, pode ser usado em casamento, para ir numa festa qualquer: formatura, por exemplo. Daí põe um bracelete bem bonito, dourado ou prateado (pode ser fantasia, não obrigatoriamente jóia) e brincos bem grandes com pedras que mudam, por exemplo, pedra vermelha como rubi para ficar exuberante e pedra como topázio, amarelada, para a discrição. Ele causa impressão da cintura alta, que sempre considerei um luxo. Ideal para mulheres magras;

3 – Esse vestido é ótimo para a mulher supersexy, porque ele serve para fazer charme com esse decote bem fundo. Mas ele muda se você coloca um broche em cristal de rocha bruta para fechar mais o decote e ir num casamento, jantar com marido, namorado. A propósito, o broche ajuda muito se o marido/namorado for ciumento. Daí quando ele não estiver por perto, você tira;

4 – Outro que é muito fácil, você bate o dia, a tarde e a noite com essa roupa. Sem falar que os comprimentos ‘cabem’ em qualquer ambiente. Uma executiva moderna, por exemplo, pode sair do trabalho e ir direto jantar usando. Se quiser incrementar basta mudar os brincos ainda na sala de trabalho e/ou colocar várias daquelas pulseiras bem finas e douradas num único braço;

5 – Não há nada de especial nesse, mas gostei. Diminuindo o comprimento da calça fica ideal para o dia-a-dia no trabalho;

6 – O predileto de todos, tem todo um clima dessa moda de mundo. Você logo imagina a mulher com vida agitada de viagens pelo mundo, seja no Eurostar ou Shinkansen. Ombros perfeitíssimos. Não precisa de mais nada nessa roupa, porque a apresentação está ótima.

Nenhum comentário: