terça-feira, 20 de novembro de 2007

Moda - Masculinidade Moderna e Engordativa na Moda de Karl Lagerfeld | O Homem Chanel

São muitos e-mails que chegam pedindo para comentar moda masculina. Pois bem, aqui vamos nós... Muita coisa bem bonita na moda masculina em Paris. Com exceção de uns detalhes aqui e outros ali, eu gostei do que Karl Lagerfeld desenhou para os homens – sim, porque Chanel não é só para mulher. Até agora são poucos estilistas que fazem para os homens uma moda verdadeiramente masculina, que atrai mais clientes, sem vagar pela androginia. Eu, por exemplo, sou bem clássico com relação a isso e gosto quando vejo um resultado que não inova muito o armário do homem – mas, admito que acabei adotando os cromados blazers de Givenchy. Essa coleção da Chanel, especificamente, é formada basicamente por branco, azul e preto. Golas grandes, largas. Calças largas demais – nada que um ajuste não resolva. E aposto que o próprio Lagerfeld não usaria uma calça branca tão larga, que engorda e ainda mais caindo em cima do sapato, parecendo barra italiana que causa a impressão de menos altura. Por falar em Lagerfeld e tecidos folgados, sempre achei que a peça que mais combina com ele é o caftan, mas jamais o vi vestindo um. Voltando a coleção, achei feio o símbolo do dollar em algumas peças (blazers) – ficou uma coisa tão cafona, igual usar mala nova em viagem. A peça mais bonita que vi foi o macacão jeans, mesmo assim lá estava o cifrão. Então, vamos para a análise individual:
.
1 – Esse é o macacão que eu gostei e que adotei. Muito confortável, não tem complicação com acessórios, é uma peça bonita. As estrelas, que marcam a coleção, por dentro. Os sapatos prateados são bem bonitos - quem me conhece vai ficar abismado com esse comentário, porque eu só uso sapato preto ou marrom, mas desses prateados eu gostei. Enfim, essa produção ficou toda bem bonita, moderna;
.
2 – Gostei desse blazer 'Wally' (Onde está o Wally?), porém, é mais um sinal de que o Kaiser criou uma coleção para engordar os homens. Listras horizontais, todo mundo sabe, deixam a pessoa mais larga. Eu adoraria que na época que estive gordo, essas coleções tivessem aparecido, mas não aparecia nada. Agora que estou um vara-pau, lá vem o Lagerfeld com essa mania. Vai entender, né? Mas, atenção: não há nada de errado em ser gordo, desde que a saúde esteja bem. Felizmente, há na moda recursos ótimos que deixam os gordos bem elegantes, o que não é o caso desta coleção;
.
3 – Agora aqui sim está a cara do Karl Lagerfeld. Não há nenhuma novidade na produção, mas gostei dos ombros. A calça com a barra caindo em cima do sapato, parece até que pegou o número errado. Mas, ta valendo... Agora, note a camisa com as atrevidas listras horizontais justo na barriga (!). Só pode ser provocação; não é, monsieur Lagerfeld?
.
4 – Uma camisa listrada (vermelho e branco) ficaria bem melhor que essa camisa branca. Não sou muito fã da mistura de branco com preto. Ou tudo branco, ou tudo preto. Mas, nada é proibido. O que não me agrada é a largura dos canos da calça que desaba em cima do sapato. Mas fica ótimo em quem é muito alto e magro e se incomoda com isso;
.
5 – Muito branco, peças largas e listras horizontais: engordar o homem. Porém, um detalhe que bate de frente com a intenção da roupa: a enorme gola em V que aumenta a linha do pescoço e aparenta mais altura. O Karl Lagerfeld parecia estar brincando quando fez essa coleção;
.
6 – Não gostei desse. Mas se fosse sem gravata, com uma jaqueta (mesmo listrada) e sapatos prateados ficaria um look mais bonito, em sintonia com os outros. Uma observação muito importante é que só põe gravata quem vai usar terno. Só camisa e gravata, não;
.
7 – Também não gostei. Apesar do jeans, que é muito confortável hoje em dia, parece que a intenção era criar o pijama do Tio Patinhas.

Nenhum comentário: