sexta-feira, 25 de janeiro de 2008

Alta Costura - Um Mar de Luxo | Alta Costura Jean Paul Gaultier













Com inspiração no mar e nas sereias, a coleção de alta costura de Jean Paul Gaultier foi muito luxuosa. Sempre simpatizei muito com a criatividade dele, embora muitas vezes ele tenha saído da linha. Nessa coleção, ficou evidente seu sempre tão comentado fascínio pela moda de Yves Saint Laurent e que certamente é um caminho de infinito sucesso. Gaultier apresentou uma mulher com trajes que misturam o rígido estilo masculino em tecidos suaves nos paletós, misturados com o toque feminino em vestidos, característica que não apenas marcou caminho das coleções de YSL, como também as de Givenchy e Ungaro pela vida toda. Peças com estampas estilizadas de escamas de peixes, vez ou outra confundidas com plumagem de pavão - depende da criatividade do espectador. Uma segunda observação comparativa e positiva: um tailleur colorido apresentado com sapatos dourados, me lembra a coleção chinesa de YSL. Os ombros estão belíssimos e afinam a silhueta. Dourados, esverdeados, coloridos e cremes compõem a tabela de cores. Tudo muito luxuoso, elegante, sexy e perfeito. Depois da aposentadoria de Valentino, ver a coleção de Gaultier nos faz respirar fundo e continuar, pois nem tudo está perdido... Pelo menos até agora.

quinta-feira, 24 de janeiro de 2008

Moda – Paris, o Lugar Perfeito Para Terminar | A Despedida de Valentino

Além do frio em Paris, há o frio do desolamento. Ontem, depois de 45 anos de puro sucesso, Valentino Garavani abandonou a moda no seu último e emocionante desfile da alta costura. Criações repletas de drapeados, plissados, estampas de flores. As cores, em tons pastéis aliadas aos acetinados detalhes roxos, dourados e fúcsias, por exemplo, marcando a leveza da despedida em trajes eternos – atemporais, como toda alta costura. Maquiagens moderníssimas... Agora, com a parada dos grandes costureiros, como viveremos as emoções da verdadeira alta costura? Somente apreciando as grandes damas do jet-set que vestem a alta costura de Valentino, ou comparecendo ao Metropolitan Museum, em Nova York, e aos principais museus de moda no mundo.

Por fim, essa crise na moda mundial, sobretudo na alta costura, é totalmente visível em Paris. É na Cidade Luz que os novos estilistas sentem a cabeça a prêmio a cada grito de parada de um grande costureiro, assim como os museus de moda ficam ansiosos por exemplares para suas coleções em exposições permanentes. Os estilistas, por seu lado, nunca sabem qual assinatura vai rotular suas produções amanhã, depois... Nem quando conquistarão sua própria assinatura e muito menos se a próxima coleção, subsistindo ao fim do luxo, não vai desandar justamente seus sonhos baseados nos grandes mestres e até findar um emprego rendoso. O curioso e que só completa a decadência, é ver que as grifes estão mudando para as mãos de pessoas muito poderosas, que acabarão pondo fim ao luxo e arte na moda, em nome do capitalismo. Mesmo juntando todos os pedaços, com uma única pessoa sendo dona de dezenas de grifes, certamente não haverá mais nada que se compare a legítima alta costura. Afinal, antes de uma infinidade de lições, o capitalismo precisa compreender, em todos os aspectos, a qualidade e não a quantidade.
Para terminar o desfile e sua brilhante e histórica trajetória na moda, uma profusão do ‘Vermelho Valentino’, a cor predileta do costureiro... Apesar de toda a beleza, todo final é triste.

quarta-feira, 23 de janeiro de 2008

Alta Costura – Primavera-Verão 2008 1/2 | Chanel, Dior, Givenchy e Lacroix

PARIS - Sempre que a semana de apresentação da alta costura francesa está próxima, surge em mim uma expectativa pela sensação do prazer em ver as criações, a beleza, a arte. Em geral, a surpresa sempre existe; hoje em dia, beirando a decepção. Até agora, acompanhar esta coleção primavera-verão 2008, só tem dado tristeza. Hoje em dia nem mesmo as modelos dão um ar de beleza aos desfiles, porque elas quase não têm mais charme. Karl Lagerfeld fez, para esta estação, uma das coleções mais feias que eu já vi em alta costura. Sou do Lagerfeld, mas essa coleção não tem como deixar passar... Porque está uma coisa muito desengonçada, ou, como sempre digo: malamanhada. A situação do que ainda sobra da alta costura, é bem complicada.
John Galliano novamente veio com aquela receita repetitiva, e todas as criações são sempre uma re-modelagem da coleção anterior dos vestidos armados para cima ou para baixo, ou muito justos, ou uma coisa sereia com plataformas, dessa vez com uma cara de anos 60 e com as modelos posando da mesma maneira de sempre: se entortando com mãos na cintura. Previsível... Previsível e repetitivo demais... Depois a Givenchy, marca originalmente francesa que está assinada pelo italiano Ricardo Tisci, com coleção visualmente muito simples. O melhor desses 2 primeiros dias ficou mesmo por conta de Christian Lacroix, com uma coleção muito colorida com estampas e bordados, coisa moderna com base no século XVIII. Sempre muito chique – mesmo nessa exigência de moda cada vez mais maluca.
CHANEL - Karl Lagerfeld
.
1 – É... Complicado comentar uma coleção como essa que o Lagerfeld fez para a Chanel. Não gostei, parece um pingüim halterofilista. Gosto de ombros alinhados porque afinam o corpo – note a primeira modelo à direita, na foto do Lagerfel, esse exemplo de ombro que gosto;
.
2 – Até gostei desse vestido, mas tinha de ter produção com salto; jóias. É que essa coleção é muito simplificada, só mesmo aderindo aos acessórios para passar;
.
3 – Talvez o Lagerfeld tenha visto o Peter Pan antes de se inspirar para essa criação. O que dizer? Uma coisa dessa só se usa mesmo na Terra do Nunca;
.
4 – Apesar de curto, gostei desse vestido. Daí a mulher põe brincão, salto alto, meias e ficará muito bem;
.
5 – Como é que eu vou comentar uma coisa dessas?! Raramente uma mulher vai ficar bonita nesse vestido. Prefiro não comentar.
.
6 – Gostei desse que, como os outros, fica completo se aliado às jóias e salto. Adoro preto e o vestido está muito bonito em preto, mas se fosse estampado seria muito luxuoso – mais do que já é.

DIOR - John Galliano
.
1 – O vestido mais bonito da coleção. Gostei desse efeito ‘confeito’, mas a produção com penteado do palhaço Bozzo é absolutamente descartável – que as fashion victims fiquem avisadas. Gostei muito desse vestido, pelo efeito ao caminhar – enchendo-se de ar – e também pelas cores, por tudo;
.
2 – Gostei desse com estampa de pele de onça. Apesar de grande, tem estrutura muito simples e um efeito bem bonito;
.
3 – Gostei mais das cores e tecido do que do modelo em si;
.
4 – Uma descarada repetição da coleção Dior outono-inverno 2004 - em tecido mais leve;
.
5 – Gostei do equilíbrio dos ombros, da saia. Não é uma criação que seja novidade na Dior assinada por Galliano. A cor é uma coisa dark, mas... É bem fashion;
.
6 – Belo vestido. Gostei da cor, do saiote... Foge dessa moda de exibição física e tem essa armação na cintura que deixa a produção bem embonecada.
.
GIVENCHY - Ricardo Tisci
.
1 – As plumas, tudo é de uma técnica primorosa; esse vestido me lembra um cisne. Acho uma opção ótima para a debutante, quem faz 15 anos, e quer dar uma festa em black-tie com um toque bem moderno;
.
2 – Uma bailarina gótica. Tem a atmosfera social novaiorquina... Perfeito para quem circula pelo mundo dos negócios que envolvem as artes, a alta moda;
.
3 – Gostei desse modelo, até da transparência. Perfeito para um grande baile black-tie;
.
4 – Calça justa demais e mangas folgadas demais. No mais... Gostei do equilíbrio dos ombros, da cor, da blusa com discreta transparência. Achei uma produção muito simples, nem parece alta costura... Hubert de Givenchy deve sentir muita tristeza quando ver tudo o que seu nome assina hoje em dia;
.
5 – Gostei desse vestido meio espacial. Ombros bonitos, esse efeito de boneca espacial é bem moderno, bonitinho;
.
6 – Um toque de dandyism. Gostei bastante porque já é uma coisa bem aprumada, equilibrada, elegante, justo demais – nem tudo é perfeito – mas muito moderno com esse toque de ontem.
.
CHRISTIAN LACROIX - Christian Lacroix
.
1 – Extravagante com essas cores e dobras. Um vestido muito bonito. Sapato fechado, meias, tudo perfeito – atual, mas perfeito;
.
2 – A misturada de cores até pode parecer exagerada, é preciso lembrar que alta costura é, antes de tudo, uma obra de arte. E todas as cores combinam. Gostei muito, inclusive da produção. Num casamento da alta sociedade, como convidada (não como madrinha), uma mulher que pode usar alta costura, vai usar essa produção;
.
3 – Novamente um vestido lindo, colorido, sem decote e apropriado para uma convidada (não como madrinha) ir assistir casamento em qualquer horário.
.
4 – Vestido simplíssimo. Entra em qualquer ocasião black-tie;
.
5 – Belo vestido. Ideal para madrinha de casamento ou mesmo mãe da noiva. Convidada não usa longo;
.
6 – Bonitos bordados, a meia degradê também numa produção bem bonita e moderna, não é roupa novidade, é até muito simples;
.
7 – Simples e bonito vestido, o tecido também ajuda muito. Com o decote devidamente fechado, fica muito bem para comparecer a cerimônias religiosas. É um vestido muito chique;
.
8 – O mais bonito vestido da coleção, todo colorido. Perfeito para um super baile black-tie em qualquer grande salão do mundo;
.
9 – Tem um ar romântico, cintura marcada, para quem é muito magra. Comparecer numa grande festa beneficente, receber um prêmio, dançar a noite toda. Uma coisa meio camponesa;
.
10 – Muito bonito e chique, compondo-se no cetim e no vermelho e essa impressão de século XVIII, leveza e elegância. Ideal para uma festa black-tie, abertura de exposição num grande museu, galeria;
.
A Noiva Lacroix - Linda e correta a noiva com saiote rodado e ar tão moderno. Correta por não ter decote nem fenda, nada transparente. As cores são muito belas também, como sempre o toque de arte usável, inovadora e correta de um costureiro que realmente tem os pés bem firmes nas questões estéticas e protocolares.

segunda-feira, 21 de janeiro de 2008

Click - Alô, Mariana Zois! | A Badalada Brasileira em Nova York

Nova York é toda essa correria e num mundo cada vez mais cheio de informações em tempo real, é cada vez mais complicado surgir um nome social, ou na moda, enfim, em vários setores, que verdadeiramente chame atenção pelo estilo próprio e natural de ser. A possibilidade se torna ainda mais rara em se tratando de nomes do Terceiro Mundo. Na minha lista das mulheres mais elegantes está a clássica ex-modelo e socialite Mariana Zois. Alta, magra, com cabelão escuro – e mulher com cabelo longo e na cor natural, para mim, é sempre especial –, muito bem vestida. É assim que ela circula por Nova York e encanta a imprensa de moda, sociedade. Em outubro de 2004, a chique Town&Country a publicou na capa, apresentando seu apartamento no SoHo. Acho importante que cada pessoa, onde quer que esteja, possa brilhar à sua própria maneira, como faz a Mariana Zois em Nova York. Nessa nossa atualidade, época tão cheia de recursos que modificam nossos corpos e ao mesmo tempo nos encaixando numa linha de semelhança previsível, é muito bom para o Brasil perceber o sucesso da linda Mariana, tão feminina, alta e da moda. Nenhuma outra brasileira dessa nova geração, com base em Nova York, está sendo socialmente tão festejada quanto ela – pelo menos não com tanto charme quanto a Mariana Zois.

quarta-feira, 16 de janeiro de 2008

Moda - A Sunga no Verão | O Homem na Praia

A escolha da sunga depende muito do seu estilo - como acontece em tudo na moda... Sunga estampada não fica bem em ninguém e poucas são as exceções, as que têm fundo escuro até passam, mas as estampas ficam muito bem em shorts (até o meio da coxa) e bermudas. Se em festa black-tie todos os homens usam a mesma roupa (smoking), por que então buscar algum tipo de exclusividade quando o assunto é praia? O melhor é usar cor única na sunga, ou o mínimo de mistura de cores. Sunga muito fina também não fica bem em ninguém, o melhor é preferir os modelos largos, que combinam com corpos magros ou musculosos. A sunga branca é a minha sugestão para este verão, especialmente em tecido com auto-secagem e então você toma sol e mergulha, depois põe uma camiseta regata de algodão e fica muito bem com um chinelão. Se você está acima do peso e vai para a praia, prefira um short e ponha um bom protetor para impedir que fique a marca do short no corpo. Na produção camiseta+sunga+short, prefira apenas um deles com estampa, os outros em cores lisas. Depois da praia, ainda no ritmo, evite colocar aquelas calças no meio da canela e prefira uma calça de algodão branca ou bege que vai até o ‘peito’ do pé, há vários modelos com cordão de amarrar, então ponha um chinelão e regata lisa ou camisa de algodão para fora da calça, sem abotoar – se você tem peitoral definido. Pode-se ainda usar uma regata lisa. Ou, para quem não quer mostrar o físico, uma camiseta pólo com base na mesma calça de algodão.
.
1 – O modelo básico e ideal que aconselho para este verão e para todos os verões que vierem que é a sunga branca Blue Man;
.
2 – Estampa não muito chamativa nesse modelo Blue Man, sendo, portanto, das mais apropriadas dicas para quem quer usar sunga estampada;
.
3 – Outra estampa da Blue Man que fica muito bem;
.
4 – Esse modelo, também Blue Man, tem estampa de cobra e apesar de ser estampa cheia de detalhes, tem dois tons e acaba sendo uma boa opção para quem busca um modelo de sunga estampada;
.
5 – Essa bermuda Blue Man é bem estampada e colorida, ainda serve para aparentar mais volume nas coxas;
.
6 – Eis uma estampa TNG, das estampas que geralmente eu não aconselharia, mas que, apesar de colorida, tem o fundo escuro que passa. Está aprovada e combina ainda mais com quem, digamos, é da moda metrossexual;
.
7 – Uma combinação com jeans, da Reserva. Em geral é complicado usar jeans em praia, mesmo o jeans moderno e cheio de inteligência, mas esse look com short ficou muito bem;
.
8 – Produção ótima da Reserva, com short em cor lisa e camiseta regata listrada, nada é chamativo e/ou exagerado e ainda tem chapéu e bolsa para carregar os apetrechos para praia. A produção está ótima. Obviamente que por baixo, o banhista pode estar de sunga branca ou mesmo uma no modelo de número 3;
.
9 – Um look Reserva, perfeito para freqüentar restaurante muito informal na beira do mar, com roupa muito confortável, bem ao meu estilo pessoal. A camiseta pode ser usada por fora da calça com as mangas dobradas;
.
10 – Um estilo da Totem, novamente o jeans, que entra mais no look de quem está curtindo praia, mas que vai circular em shopping center, ver um filme no cinema e mantém o ar de praia, enfim;
.
11 – Novamente da Totem, essa produção é idêntica ao número 8, da Reserva, porém, com camiseta regata em cor lisa. As sandálias são ótimas.

sábado, 12 de janeiro de 2008

Moda - O Dez da Moda Sandpiper no Fashion Rio | outono-inverno 2008

Como eu poderia explicar a simpatia que tenho pela marca Sandpiper? Não tem como... E a simpatia só aumentou depois do desfile outono-inverno 2008, apresentado no penúltimo dia de Fashion Rio. A marca fugiu do caminho das outras marcas, apresentando uma moda que vaga pela intenção ‘anos 80’, com muito charme, naturalidade, peças elegantes e atuais. Tudo próprio para o vestuário de mundo. Foi um dos mais bonitos desfiles e o Napoleão Fonyat está de parabéns. As cores, simples, sem nenhuma intenção de ‘chocar’ ou de ser mais que um ou outro, nada disso. A Sandpiper apresenta modelos de roupas para a vida comum de qualquer pessoa que vai circular pelos maiores centros brasileiros e do mundo com a mesma linha de sofisticação. Tanto, que a produção foi mínima, o mais realista possível com cabelos naturalmente arrumados, maquiagem leve e modelos de óculos. A marca quis mesmo que as roupas fossem analisadas pelo efeito do uso no dia-a-dia. Xadrezes bonitos, calças e camisetas em risca de giz – que eu gosto muito. Listras previsíveis, mas sempre elegantes. Vestidos aparentemente normais para o dia-a-dia, mas que se transformam a partir dos acessórios, brincos e maquiagens... A cliente sente-se firme com uma base Sandpiper para criar o estilo que quiser. Para os homens, camisas com grandes e abertas golas e mangas ajustadas aos braços. Mesmo os looks que misturavam branco com preto, alguns com listras horizontais aliadas às verticais das calças em risca de giz, passavam ar de sofisticação. Bermuda e perna com meia longa. Vestidos curtos com meias ainda mais longas. O atlético modelo Paulo Zulu fez duas entradas e muito sucesso - ele sempre faz sucesso. Camisetas justas, tão em moda hoje em dia, seguindo o ritmo pela valorização dos clientes que exibem o corpo trabalhado por musculação ou cirurgias plásticas. Mulheres muito alinhadas em comprimentos perfeitos, blusas ligeiramente ajustadas com pouco mais de volume nas calças e saias, cintos clássicos neles e nelas e vez ou outra uma gravata borboleta que passava despercebida no pescoço das garotas – é produção comercial, não é obrigatoriamente para o uso. Tudo com toque atual, uma recriação do estilo urbano tão batido e conhecido, mas com muita elegância. Agora e sempre, com essa coleção você bate Nova York, São Paulo, Rio e os principais centros com roupa absolutamente elegante seja para pegar metrô, ver uma exposição, ir ao teatro, jantar com a namorada, tudo, tudo com toda essa atmosfera clássica re-paginada através da Sandpiper, que está de parabéns.

sexta-feira, 11 de janeiro de 2008

Moda – Fashion Rio & TNG | outono-inverno 2008

Lembro bem da primeira roupa TNG que entrou no meu armário, foi quando ganhei de presente uma camisa bem bonita. Eu gostei tanto que dois dias depois mandei buscar uma mala de novidades da marca para ver e comprar. É roupa ideal para o dia-a-dia, tem preço popular e a qualidade é nota 10, numa modernidade assim, ótima. Qualquer pessoa, mesmo quem não está nada ligado em moda, usando TNG fica muito bem para o dia-a-dia. A marca do Tito Bessa, que já trouxe a Naomi Campbell e a miss Natália Guimarães para a passarela, dessa vez, no Salão Corcovado, em desfile que fechou o dia do Fashion Rio, convidou o casal Lázaro Ramos e a Taís Araújo – um casal de talento, simpatia e animação. As roupas caíram numa invenção mergulhada em cores e passada pela intenção oriental. Muitas calças justas, que para meu gosto eu não aprovo. Gostei de várias coisas. Aqui e ali que uma peça voltava no tempo. Tirando a produção com misturas, muitas peças são básicas. Adoro produção bem cheia, mesmo com todas aquelas peças sobrepostas – as cores, várias misturadas, combinavam. Algumas misturadas tornavam a produção bem engordativa, sobretudo o que fazia lembrar moto – com capacete e tudo. A passarela era quase um asfalto, apontando para os fotógrafos... Gostei dos quimonos acetinados e faixas, pois eu adotei o quimono há 5 anos. A alfaiataria estava presente, porém, com mangas largas – justamente as mangas de camisas deveriam ser mais justas e não as calças, mas, enfim... Vestidos curtos e justos, mas muito bem alinhados. Vestidos aliados à shortinhos, botas, peças plásticas/transparentes. Zero de exibição em decotes – aqui e ali alguma coisa, como um umbigo de fora. Acetinados e outros não, que iam dos alaranjados, rosas e aqueles tons que confundem entre verde clarinho e amarelo, era tudo sempre baseado num cinza, preto, marrom, verde escuro... Voltando sobre alfaiataria, que gosto, apresentaram peças xadrezadas e listradas. A TNG deixa claro no desfile que as peças estão lá e que o cliente, por conta própria, fará seu próprio estilo nessa moda ultra-democrática nas cores e misturas.
.

Fotos: Ricardo Leal e arquivo pessoal.

quinta-feira, 10 de janeiro de 2008

Social - Carmen Mayrink Veiga no Desfile da Eliza Conde | Fashion Rio - inverno 2008

Com a filha Antônia, a linda e elegante Carmen Mayrink Veiga estava ontem na platéia - primeira fila, sempre - do desfile outono-inverno 2008 da Eliza Conde. A chegada da jet-setter causou tanto frisson que modelos e maquiadores pararam para ver sua entrada na sala de desfile. Todo mundo ficou maravilhado. Muitos organizadores ficam nervosos com atrasos e preocupados para que tudo saia muito bem na passarela, quando ela, que é uma das mulheres mais elegantes do mundo, está presente. Nesse desfile, uma das modelos 'perdeu' os sapatos na passarela, mas ela teve muito 'jogo de cintura' e continuou firme e forte a desfilar. A nossa musa, habituada aos mais importantes desfiles do mundo, age naturalmente diante de uma situação dessas na passarela; dessa forma, passa segurança e tranquilidade para os organizadores, modelos e estilistas. Uma curiosidade: para ver o desfile, a jet-setter usou um colar com pingente de figa; no dia seguinte comentava-se que as fashionistas buscavam inumeros modelos de figa para pendurarem nos colares. Há alguns anos, a Carmen Mayrink Veiga compareceu a um desfile com sapatos que tinham lacinhos listrados em cima e, como não poderia ser diferente, no dia seguinte as mulheres estavam saindo de casa com broches de lacinhos presos nos sapatos.

Fotografia: Carmen Mayrink Veiga e a filha Antônia para as revistas Estilo e Vogue.

quarta-feira, 9 de janeiro de 2008

Moda – Fashion Rio de Olho na Gisele Bündchen | Desfile Colcci outono-inverno 2008

Uma hora de atraso (é Brasil)... E lá veio a linda e famosa Gisele Bündchen na passarela deslizante e arredondada da Colcci abrindo o desfile, somando três entradas e encerrando o dia de desfiles do Fashion Rio, nesta terça-feira (08/01), no Centro Cultural Ação da Cidadania. Mais parecia uma sessão de fotos com a charmosa modelo. Uma nova versão de música da Britney Spears embalava o desfile, enquanto a platéia mais animada manifestava o carinho por Gisele. Lembrei-me da primeira vez que vi a Gisele desfilar para Givenchy, em 1998, uma coleção assinada por Alexander McQueen, em Paris... O seu brilho na passarela, que já era ofuscante, aumentou muito mesmo. A esteira que deslizava as modelos na passarela causava certa ansiedade nos presentes, pois um escorregão poderia acontecer a qualquer momento – e vez ou outra acontecia um pega-pra-capar para não cair. Muita gente famosa prestigiou o desfile. Mas, o resultado para a maioria dos presentes foi o que se esperava: a modelo atrair mais atenção do que as criações da marca. Se bem que ambas, Gisele e Colcci, dispensam apresentações, porque é qualidade sempre – e nacional. Gostei do xadrez nos vestidos e calças, estampas florais. Muita coisa preta, que adoro. Na segunda entrada da Gisele, ela apresentou um engordativo vestido, algo meio camponesa moderna e por último um vestido-blusa dourado-esverdeado. Muitas botas – algumas exageradas demais, canos altos, mas deve ser entendido como produção e não uma tendência obrigatória... O show foi assim, ótimo. Aplausos para todas as modelos, por favor.

segunda-feira, 7 de janeiro de 2008

Moda - Homens e Mulheres em Verão 2008, à Moda Fashion Rio | por Jamill

Hoje começa o Fashion Rio que vai mostrar as idéias para o próximo inverno. Mas, como o Brasil está em pleno verão, acompanhei atentamente tudo o que foi apresentado no Fashion Rio primavera/verão 2008, em junho de 2007, e escolhi duas marcas para indicar: Walter Rodrigues para as mulheres e Sandiper para os homens. O Walter Rodrigues é, em minha opinião, um dos maiores estilistas brasileiros – juntamente com o Guilherme Guimarães e o Lino Villaventura. O desfile do Walter Rodrigues apresentou uma idéia melhor que a outra para a mulher brasileira de todas as idades, pois uma das principais funções da roupa é entrar no armário da mulher de 20 anos e também no da mulher de 120 anos – com a tecnologia em medicina chegaremos bem além. Tudo muito bonito, praticidade com cintos elásticos, muita beleza na seda com modernas estampas. Ele só faz coisa bonita, mesmo quando as roupas são bem curtas, acabam entrando muito bem em convites para ‘passeio completo’ – claro que também vai depender muito do estilo da mulher, do que ela quer passar.Para os homens, eu escolhi apresentar o que passou pela marca Sandpiper, que foi uma das mais corretas coleções para o dia-a-dia masculino, seguindo o ritmo europeu com ajustes, digamos, para o clima brasileiro. Enquanto algumas marcas apresentaram microshorts, coisas muito curtas, que mais parecem cuecas boxer (que também passou na moda parisiense com o forro do bolso que desce pela coxa, mais longo que o short), a Sandpiper mostrou bermudas que entram mais na minha preferência – no joelho. Tudo visualmente muito leve e confortável – a sensação permanece ao vestir. Gostei das estampas e das combinações de cores. É um estilo fácil e bonito de vestir, raramente alguém não ficará bem com tudo que passou na passarela da Sandpiper. Então, vamos aos comentários individuais do que eu selecionei:
.
Walter Rodrigues – primavera-verão 2008
.
1 – Curto, mas muito bonito. Esse vestido é ideal para o dia-a-dia da mulher moderna e sexy que vai sair para almoçar no clube com uma amiga, jantar com namorado. Não precisa de jóia, no máximo um par de brincos pequenos;
.
2 – Roupa esporte, na mesma linha do modelo de número 1. Apropriada para acompanhar o marido, namorado que vai usar um blazer com calça cinza e camisa sem gravata;
.
3 – Só fica bem numa mulher bastante magra, muita gente não gosta do efeito no quadril. Mas, é um vestido que entra em vários lugares... Ótima opção para almoço combinado em cima da hora com uma amiga, ir ao shopping, churrasco, sair para dançar, ficar em casa;
.
4 – Tem de ter perna bonita e muita competência para usar uma roupa tão sexy. Esse é vestido ideal para o traje ‘passeio completo’, quando o homem veste terno marinho completo – menos para casamento, porque é muito curto;
.
5 – Também, como o número 4, é ‘passeio completo’, esse sim entra bem num casamento – mesmo sendo calça. Daí põe brincos grandes e dourados, dispensando o colar e coloca uma pulseira dourada ou bracelete e vai ficar muito bem;
.
6 – Novamente, como o número 4, é preciso muita competência para usar roupa tão curta e precisa ter perna bonita, ser uma mulher que vive na atmosfera sexy. Ideal para jantar, quando o traje é passeio completo e o homem vai de terno marinho. Se colocar brincos grandes não vai faltar mais nada, estará pronta;
.
7 – Gostei muito desse vestido. O chapéu que apesar de ser produção comercial para o desfile, acaba ficando muito bem para um almoço em piscina e sem o chapéu, com brincos bem bonitos, está pronta para jantar. O tecido com brilho é uma tendência que nunca vai passar, pois é sempre tão bonito tecido assim – mas, brilho engorda;
.
8 – Outra roupa prática, para almoço, jantar, ir buscar os filhos na escola, fazer compras, ver uma exposição. Para acompanhar o homem de terno completo podendo também trocar a calça por uma saia levemente justa, bege. Gostei;
.
9 – Não muito curto, é também ideal para ‘passeio completo’. O efeito da roupa é muito bonito. Entra em vários lugares: teatro, jantar fora, exposição, dançar. Não só para programas noturnos, pois também entra muito bem para o dia. Descendo mais até o joelho, fica perfeito para ir a um casamento;
.
10 – Para jantar fora, quando o homem estiver de terno completo. Esse detalhe esvoaçante da calça provoca um movimento bonito ao caminhar, dançar;
.
11 – Tudo bonito, sofisticado, com a cara do vestuário de mundo. Bate o Brasil, Estados Unidos, Europa, Japão... Muito bem para almoçar fora, jantar, ir a casamento. Com o homem de terno completo.
.
Sandpiper – primavera-verão 2008
.
1 – Em todos os grandes centros é comum ver rapazes vestidos nesse estilo. Acho prático, jovial, masculino e moderno. Bermuda que não é muito curta, o blazer de verão que pode ser um camisão e uma camiseta de malha com estampa. Gostei da praticidade;
.
2 – Novamente a praticidade e jovialidade do modelo de número 1. Você vai dar um passeio pelo calçadão, ou mesmo almoçar na praia, piscina e coloca essa combinação que vai ficar muito bem – mesmo o cinto sem combinar diretamente com o sapato, que poderia ser mocassim marrom, há coordenação de cores deixando a produção harmoniosa. Gostei muito do chapéu que é um acessório tão batido, mas muito jovem e perfeito no meio dessa produção;
.
3 – Aparentemente igual ao número 1, essa dobra na barra da bermuda causa efeito visual de diminuir o tamanho da coxa, ao mesmo tempo deixando-a mais larga;
.
4 – Cores bonitas e simples, combinando sapato com cinto. Ótima produção, para um almoço muito esporte e muito informal na piscina com família. As mangas com detalhes de dobra deixam os braços aparentemente mais largos e isso é muito bom. Eu aprovo a produção;
.
5 – Ideal para aquelas viagens turísticas por cidades históricas com parada do grupo para almoço. Passeio no final da tarde pelo calçadão. Roupa confortável, ideal para estar em grupo turístico ou ir ao comércio;
.
6 – Gostei muito dessa produção. Estampado é sempre bonito, em qualquer época, depende apenas da combinação. Novamente a manga com o efeito de dobra (como no número 4), que passa impressão de que o braço é mais largo. A calça é perfeita e substituiria muito bem todas as bermudas, shorts das produções apresentadas. Ideal para dia e/ou noite em cidade litorânea, mesmo que passe longe da praia: ir ao cinema com a namorada, por exemplo;
.
7 – Destaquei essa idéia, porque é roupa muito fácil que eu particularmente uso bastante no dia-a-dia. Vez ou outra, eu substituo as sandálias por sapatilhas. Acho que não tem nada mais confortável para passar o dia em casa em total tranqüilidade no verão, ou mesmo sair para o clube.

sábado, 5 de janeiro de 2008

Beleza Masculina - O Homem Moderno Pronto Para o Verão (Dicas) | por Jamill

As mulheres recorrem a infinitos recursos que enaltecem sua beleza natural: maquiagens, cremes, acessórios diversos, muitos tratamentos para cabelo, enfim. Muitos homens, principalmente na adolescência, sentem-se inseguros porque alguns têm acne e/ou precisam lidar com cabelo que é ondulado, crespo ou liso, sem nunca ficar como eles querem que fique. Não combina com o homem usar cremes, fazer vários tratamentos, menos ainda pintar cabelo. Então, no verão, quando as mulheres estão repletas de soluções que as deixam mais bonitas, os homens só são eles mesmos e o jogo da conquista – que é sempre o objetivo masculino – fica ainda mais complicado, pois também envolve auto-estima. Sobretudo hoje em dia, que as mulheres exigem namorados cada vez mais antenados com o bom estado físico, da pele e cabelo. Tudo isso acaba se transformando numa tarefa complicada para os homens numa sociedade machista que jamais deixará de ser machista. Mas, esse homem, quando quer conquistar a mais bonita das garotas, acaba aderindo a uma ou outra solução que melhora o visual com praticidade. Porém, as escolhas feitas assim, sem nenhuma base e por impulso da estação, acabam rendendo resultados não tão bons e muitas vezes até constrangedores. Eu recebo muitos e-mails pedindo conselhos sobre visual masculino no verão. Alguns perguntam timidamente sobre produtos: shampoo, creme de barbear, loção que diminua a oleosidade da pele, dicas de perfumes e até solução para tirar mancha de batom da camisa depois de uma pulada de cerca. Pois bem, como o Brasil é um país cheio de assuntos mais urgentes no dia-a-dia e o orçamento mínimo do homem brasileiro é uma coisa bem complicada, fiz uma pesquisa e encontrei soluções com baixos custos, que exigem o mínimo de tempo e tudo muito prático e dentro das exigências do universo masculino. O resultado, certamente será aprovado pela sua namorada, sua mulher. Selecionei tópicos dos e-mails que recebi e abaixo você tem as respostas:
.

REFLEXOS NO CABELO – Pintar cabelo não é uma coisa que combina com os homens, pelo menos não com os que me escrevem pedindo dicas. Para o verão, prefira usar o Shampoo Bio Ilumina Cor (Johnson & Johnson) que tem extrato de camomila e o biosilk, que restaura os fios iluminando-os. Não tem uma outra solução mais em conta e com resultado tão bom quanto esse shampoo, que dará um discreto reflexo dourado ao seu cabelo. Combina muito com quem vai para a praia, com quem é surfista e quer que o cabelo fique com um bonito e masculino efeito de praia, sol. São duas versões: para cabelos claros ou com reflexos claros e para cabelos escuros;
.
PELE OLEOSA – O Boticário tem ótimos sabonetes que controlam a oleosidade da pele masculina e alguns com ação antimicrobiana, então com o uso freqüente – principalmente para lavar o rosto – sua pele vai ficando mais saudável, bonita e sua namorada vai gostar muito. A dica é usar o Acqua Sabonete Líquido Facial (O Boticário) que é indicado para todos os tipos de pele, então você lava seu rosto com esse sabonete e usa no banho o Sabonete Cremoso para Banho Frutas Vermelhas (O Boticário) que contém extrato de amora, cereja e framboesa associadas ao Pantenol, que restaura e amacia a pele masculina;
.
CASPA – Um excelente shampoo para quem quer fazer uma limpeza completa nos cabelos e couro cabeludo é o Triatop Shampoo Anticaspa (Johnson & Johnson) que tem cetoconazol na fórmula, combate fungos. Ainda tem colágeno que aumenta a maciez dos fios e o preço é muito bom. Para quem tem cabelo grande o ideal é o shampoo AHAS Anti-resíduos (OX) que também deixa os fios macios. Outro shampoo com ótimas propriedades é o Men Shampoo Anticaspa (O Boticário) que elimina a caspa mantendo a maciez do cabelo e ainda proporciona brilho. Evite lavar cabelo com água quente, não ponha boné, touca ou chapéu com o cabelo úmido e também não use secador;
.
MÃOS MALTRATADAS DA MALHAÇÃO – Uma das grandes preocupações é com as mãos calejadas do levantamento de peso na musculação. Então, não adianta você moldar seu corpo para atrair um milhão de namoradas no verão e em toda época, se na hora de fazer um carinho ela vai sentir suas mãos muito ásperas. Uma solução muito acessível é o creme Milk (Nívea) loção hidratante extra-intensiva para as mãos dos homens. É um hidratante rico em vitamina E e lanolina. E o melhor é que é absorvido completamente sem deixar a mão gordurosa. Basta usar antes de sair pra namorar;
.
DESODORANTE – Prefira desodorante sem cheiro e extra-seco. Uma dica é o Desodorante Hipoalergênico Unissex (Anna Pegova) ou os desodorantes sem cheiro da Rexona, que dispõe de grande linha masculina. Se você quer um desodorante com perfume, prefira o Déodorant Allure For Men (Chanel) ou o Chanel Pour Monsieur Stick Deodorant (Chanel);
.
BRONZEADOR – Gosto muito da Biotherm pelos preços e pela eficiência dos produtos. O bronzeador Power Bonze (Biotherm), que há nas versões para pele clara e para pele escura, é um gel hidratante com autobronzeador e deixa um bronzeado natural, uniforme;
.
HIDRATANTE – O hidratante Dior Homme Dermo System Emulsion Hydratante Réparatrice (Christian Dior), desenvolvido especificamente para a pele masculina é uma excelente opção para controlar a oleosidade da pele e manter uma hidratação natural e uniforme, ideal para o corpo todo e previne envelhecimento. A dica é usar após o banho, antes de dormir, não esquecendo os cotovelos;
.
LÁBIOS SECOS – Existem vários produtos no mercado; porém, até hoje não vi nada que fosse tão prático e eficiente quanto colocar um pouco (pouco mesmo) de azeite de oliva extra-virgem numa lã e passar nos lábios antes de dormir. Não vai sair para namorar com azeite nos lábios nem com qualquer outro produto;
.
PERFUME PARA A PAQUERA – Sou a favor da decisão de quem se mantém fiel a um perfume por toda a vida – é assim que eu sou. Mas, muitos ainda não descobriram sua fragrância predileta e me pedem sugestões. Os perfumes que sugiro são 3: Arpège Pour Homme (Lanvin), também o Pi Pour Homme (Givenchy) e o Gucci Pour Homme (Gucci);
.
ELASTICIDADE DA PELE – O creme Body Resculpt Svelt (Biotherm), rico em Silício Bio-ativo e Cafeína. Proporcionando firmeza e melhorando a elasticidade da pele masculina, definindo contornos do corpo;
.
CREME ANTIIDADE – Para os vaidosos, preocupados em retardar o envelhecimento, principalmente nessa época de exposição excessiva ao sol, o Tratamento Anti-Idade Age Fitness Homme (Biotherm) é escolha perfeita, com fórmula baseada no concentrado puro da folha de oliveira, tem a função de proteger o rosto contra a oxidação (sobretudo a causada pelos raios UV), proporcionando também uma luminosidade natural. Também tem função de regenerar o rosto, agindo contra os sinais da idade, estimulando o colágeno e impedindo a glicação (fenômeno de rigidificação das fibras cutâneas, ligado ao envelhecimento);
.
TIRAR MANCHA DE BATOM DA CAMISA – Esfregue levemente uma lã com álcool na mancha que vai sair.
.
Imagens: Modelo verão - Paris. Produtos: 1 - Shampoo Bio Ilumina Cor (Johnson & Johnson); 2 - Acqua Sabonete Líquido Facial (O Boticário); 3 - Sabonete Cremoso para Banho Frutas Vermelhas (O Boticário); 4 - Triatop Shampoo Anticaspa (Johnson & Johnson); 5 - Shampoo AHAS Anti-resíduos (OX); 6 - Men Shampoo Anticaspa (O Boticário); 7 - Creme Milk (Nívea); 8 - Desodorante Hipoalergênico Unissex (Anna Pegova); 9 - Déodorant Allure For Men (Chanel); 10 - Chanel Pour Monsieur Stick Deodorant (Chanel); 11 - Power Bonze (Biotherm); 12 - Dior Homme Dermo System Emulsion Hydratante Réparatrice (Christian Dior); 13 - Body Resculpt Svelt (Biotherm); 14 - Tratamento Anti-Idade Age Fitness Homme (Biotherm); 15 - Arpège Pour Homme (Lanvin); 16 - Pi Pour Homme (Givenchy); 17 - Gucci Pour Homme (Gucci).