domingo, 17 de fevereiro de 2008

Moda - Arte e Luxo à Lino Villaventura | 30 anos de moda / outono-inverno 2008

Há alguns anos, quando decidi segurar meu manequim, muita gente me perguntava o motivo que me fez querer tanto moldar o meu corpo e entrar nessa moda de ficar ultra-sarado. A resposta pode ser essa: estar pronto para as criações do Lino Villaventura. Não é novidade minha predileção pela moda dele... Gosto de tudo que ele faz e não é a toa que ele é o número 1 do Brasil – empatado com o Guilherme Guimarães, que é o melhor para as noivas. O homem Lino Villaventura é sempre muito chique e moderno – exibido e atrevido também. As mulheres com lindos e esvoaçantes vestidos, alguns bem sexy (tudo sempre chique) e outros que nem sempre valorizam o corpo, esses segundos seguindo na contramão dos ajustados e transparentes trajes masculinos – logo falarei sobre isso –, mas que resultam na mesma mulher chique assinada pelo Lino Villaventura. Atualmente, nesse mundo democrático, não há motivo nenhum para não ter corpo moldado e bonito... Mesmo porque, quem não tem paciência para exercícios, vai acabar com cirurgia plástica mais cedo ou mais tarde. Eu nunca fui adepto dessa moda de nudismo de hoje em dia, o que não me impede de admirar e adotar as idéias da moda do Lino Villaventura... As transparências, nas criações masculinas, próprias para os bem exibidos – quem sabe da beleza que tem e gosta de mostrar – me fazem lembrar aquele conto de Andersen, “A Roupa do Imperador” e isso acaba sendo, além de muito provocante e sexy, uma criação divertida. Também há roupas bem ‘fechadas’, mas bem ajustadas ao corpo, novamente revelando o físico. Eu aumentaria os ombros – é só uma observação complementar. Bom, voltando... Nem adianta vir falar que essa exibição física é “futilidade”, enfim... Pura hipocrisia, pois não vejo outra coisa mais badalada e em alta no quesito criação de moda no mundo de hoje do que a beleza física. Mas, para elogiar e adotar, é preciso ser uma opção muito especial; e tudo que o Lino Villaventura faz é, no mínimo, especial e artístico. E arte é para sempre – tomara que seu corpo também. Então, os bonitões vêem na nova coleção o desenho perfeito para eles, que circulam pelos mais sofisticados grupos de ‘conservadores’ e ‘liberais’. Acontece que o mundo mudou completamente. O Lino Villaventura deu uma personalidade à sua moda, produziu uma imagem que se modifica a cada temporada, mas que é sempre a continuidade da anterior, e da outra... Numa atualidade onde as pessoas são no “oito ou oitenta”, alguns com muita personalidade e outros sem nada, a moda do Lino cai como uma luva para aumentar o grau de poder na personalidade dos privilegiados e também para dar algum sentido aos outros. Hoje em dia, com transparências ou não, as criações do Lino Villaventura são miradas como uma alternativa de poder e luxo na moda brasileira. Então, poucos não aderiram, seja por bom gosto ou por ostentação. O encanto pela moda do Lino, seja pelo que for, é inevitável.

Nenhum comentário: