quarta-feira, 30 de abril de 2008

Selvageria: A Morte Proposital de um Cachorro Numa Exposição de “Arte”.

Eu estou absolutamente chocado e péssimo com a notícia de que o ignorante e pretensioso à “artista” Guillermo Vargas, conhecido como Habacuc, levou para uma exposição de “arte” em Manágua, na Nicarágua, um cachorro de rua que foi amarrado para morrer de fome e sede diante do público. Estou abismado com a frieza dessa gente que permitiu a morte do cachorro que estava amarrado num canto de parede; e o título que apresentava essa selvageria estava escrito na parede com colagem à base de ração canina. Mesmo se tivesse sido na China, seria assim mesmo uma perversidade brutal, em qualquer lugar do mundo... Se, agora, ser “artista” é isso, eu não quero nem de longe ser um... É uma verdadeira ofensa à vida e a sensibilidade que verdadeiramente move um artista. Como submeter a uma brutalidade dessa um animal irracional e inocente para uma finalidade tão idiota... Qualquer pessoa que já viajou o mundo e bateu Barcelona, Paris, Londres, Nova York, Tóquio e estudou arte, ou simplesmente quem ama a arte e, sobretudo, a vida, está indignada com essa brutalidade. Os defensores dos animais de todo o mundo estão se reunindo numa petição para banir esse louco da Bienal Centroamericana Honduras 2008, onde promete repetir esse absurdo. Se você ama os animais tanto quanto eu amo, assine a petição para impedir esse monstro: http://www.petitiononline.com/13031953/petition.html E para esse selvagem que cometeu essa brutalidade, a lembrança de que, mesmo ele tendo conseguido – como queria – ser notícia fazendo essa selvageria... “O que nós plantamos, nós colhemos”.

6 comentários:

DéééééH. disse...

Que triste!

Que ele descanse em paz onde estiver.

André.

Cláudio disse...

Estou perpléxo, chocado...é triste ver como o ser humano é capaz de coisas medonhas como esta! Lamentavel!

Edu Poulain disse...

Tem umas 2 semanas que lie sta noticia, e resolvi me informar sobre isso, na pagina pessoal do artista, informa que isto é calunia.
O cachorro fugiu e não ficou ali até morrer.
Sei lá, acho q é sempre bom saber as 2 versões; mas realmente fica dificil saber em que acreditar.

Qto tempo né?

Grande abraço.

Anônimo disse...

E nao aparece um filho de Deus p/ dar comida ao bichinho, o bachorro não fugiu... ele estava amarrado a uma corda, e estava fraco demais pra fugir, concordam? Lí q a diretora do evento disse a alguns jornalistas q ela mesma deu comida ao cachorro, q mentira!!!

Tony disse...

Oi Jamill. Fiquei "feliz" quando li os comentários aqui em cima dizendo que era mentira. Mas acho que não. Eu tinha sabido dessa notícia ainda no ano passado, e na época tinha assinado a petição. Mas lembro que vi a notícia em um site muito sério, acho que da PETA ou algo semelhante, por isso acredito (infelizmente!) que não se trata de mais um dos "hoax" de internet. Na dúvida, vale a pena assinar, claro. Grande abraço.

carlos roberto pereira disse...

meu amigo se arte e sacrificar os animais, eu nem sonho em ser um, poque esse miseravel desse artita não fez o teste de passar fome com ele mesmo? e o idiota do pubrico não tiveram coragem de denuçiar esse infelz a delegacia? vem fazer isso aqui na minha terra, o infeliz, tu que ganha dinheiro sacrificando os animais idefeso? vc ta maluco seu imbeçil