domingo, 1 de junho de 2008

Adeus Yves Saint Laurent - A moda parou em choque

Morreu, aos 71 anos, o maior costureiro do mundo, Yves Saint Laurent. Todos que conhecem minha opinião sobre moda, sabem o quanto esse grande criador, aposentado em 2002, representa para mim. Ele deu poder à mulher através das suas criações da alta-costura, obras de arte expostas pelos mais importantes museus de moda do mundo, apresentando lições para as futuras gerações, os que ainda possam ter um pouco de bom gosto em meio a tanto dissabor que tem aparecido na moda – da moda de rua até a alta moda. Não havia dúvida na moda de Yves Saint Laurent, ele deu certezas aos caminhos da moda feminina. O poder da mulher em vários setores, sempre com muita sensualidade e beleza. A partir de seu exemplo, os novos nomes da moda podem traçar processos de criação, tendências, objetivos... Agora e sempre, quando tivermos de falar sobre qual o maior nome na criação de moda no mundo, será fácil responder, porque temos um modelo pronto: Yves Saint Laurent. Ele fez o que tinha de ser feito.
Fotos: 1961, na mesa de trabalho da Rue la Boetie, em Paris; em 1996, com Claudia Schiffer que usava no desfile o 'coração', a jóia criada por YSL e sempre aparecia sobre um vestido especial no desfile; em 1973 com Catherine Deneuve e a bailarina russa Maia Plissetskaia, depois de um desfile; em 1969; em 1985.

3 comentários:

sunshine disse...

Eu estava esperando o texto que você colocaria sobre este grande artista! Não existem palavras que possam definir , ou explicar, o ser humano YSL. Sempre esperei , no final de cada desfile, sua aparição, sua fragilidade, sua genialidade... E quando ele decidiu ir embora das passarelas, me pareceru que ele já estava se despedindo desse mundo.Sei de sua admiração e compreendo-a perfeitamente.Quando uma pessoa se dedica de corpo e alma à arte, como ele, é impossível não acompanhar seu caminho.
Obrigada pelo lindo texto!
Com carinho da amiga, Elaine.

Ana disse...

Realmente podemos dizer adeus a um grande artista. Alguém que marcou a história da moda no mundo.

Fellipe disse...

Sabe , a morte do Yves foi algo mesmo chocante. Acredito que ele emparelhava com Chanel, ambos foram mitos e viraram inesquecíveis.
Quem nunca sonhou usar um perfume, uma roupa dele?Quem nunca sonhou isso, nunca teve prazer...
Digo assim , pois eu sei o que significou a passagem dele na moda e sei que vai continuar...A geração que segue os princípios que ele deixou, não vão conseguir copiá-lo, mas podem ser influenciados...Isso é a vida que continua na obra. E feliz de quem tem uma obra encantadora pra deixar...
O mundo fashion ficou orfão de pai e mãe sim. Orfão do bom gôsto que só ele podia fazer, por que foi um escolhido de Deus para ter o talento que ele teve.
Sem dúvidas, uma perda irreparável...Mas a melhor palavra para usar para ele é Cest Lá Vie...
Chique como ele só.
La Vive Saint Laurent...