quinta-feira, 12 de junho de 2008

Moda - Graça Ottoni: Moda Sofisticada Emoldurada Pelo Estilo Carmen | Fashion Rio - verão 2009

Teve todo um bafafá ontem em torno do desfile Graça Ottoni primavera/verão 2009 no Fashion Rio. O motivo de tanta atenção, além da moda da estilista, foi que a produção de apresentação do desfile (cabelo e maquiagem) foi inspirada na Carmen Mayrink Veiga, a jet-setter brasileira listada como uma das mulheres mais elegantes do mundo. Gostei das roupas apresentadas, das maquiagens. Mas... O cabelo, numa ou noutra, não estava no ponto certo do glamour à altura da inspiração – mas a gente entende como visão e manifestação artística. O trabalho do maquiador foi perfeito. Enquanto o desfile rolava, todos, especialmente a imprensa, buscavam inquietos a própria Carmen Mayrink Veiga na primeira fila. Ela vem? Ela não vem? Ela está chegando? Ela já chegou? Mas ela não estava presente. Isso me lembra o desfile da Eliza Conde, em janeiro deste ano... A chegada da jet-setter para assistir o desfile causou tanto frisson que modelos e maquiadores pararam tudo para verem-na entrar na sala do desfile. “Dá até arrepio de emoção”, diziam as modelos. Elas têm toda razão, porque em matéria de moda, não existe outra brasileira que teve tanto acesso à alta moda internacional e aos salões de bailes mais chiques do mundo... A inspiração se explica basicamente pelo bom gosto que é o Estilo Carmen, mas também serve muito bem como estratégia de marketing, pois todo mundo que tem alguma ligação com moda, simplesmente ama a Carmen Mayrink Veiga. No mais, de um jeito ou de outro, todo mundo acaba ficando mais vaidoso mesmo com uma ligação à beleza e elegância dessa deslumbrante jet-setter. Então, a coleção Graça Ottoni começou a entrar na passarela cobrindo modelos com ar sofisticado, cabelos lá em cima de tão altos, maquiagem que acentua lábios e olhos... Sedas, organzas... Tecidos finos em longos e belos decotes em V, que esticam o corpo. Muito colorido. Floridos abstratos. Vestidos compridos que pareciam flutuar arrastando as modelos pela passarela. Pulseiras grossas nos braços eram também detalhes na produção. Uma belíssima coleção, mas o cenário do desfile não combinava com a sofisticação das roupas... Outra coisa é que algumas modelos apareciam com aquela mania horrorosa de projetar corpo pra frente fazendo uma barriga que nem merece ser escalada para outro desfile. No mais... A mulher Graça Ottoni, apresenta-se muito especial, chique, elegante, rica e cosmopolita. Então surgem os vestidos enzebrados, listras brancas e pretas que esticam aqui e alargam ali o corpo da mulher. Nada justo, nada ‘pesado’, tudo suave e chique... Minha nota é dez para as roupas e para a maquiagem, mas os cabelos podiam ser bem altos como estavam, mas que fossem muito bem penteados, com cachos grandes nas pontas para entrar verdadeiramente no Estilo Carmen, que foi a intenção da produção cabelo/maquiagem.




Fotografias: Ricardo Leal e Fotosite.


Nenhum comentário: