terça-feira, 6 de janeiro de 2009

Arte - CARMEN MAYRINK VEIGA e a Borboleta Gigante

Fiz o retrato "Carmen Mayrink Veiga e a Borboleta Gigante" no dia de Natal e pertence à homenageada... A arte para mim é uma necessidade íntima e me faz muito bem, sobretudo quando expresso o que mais gosto, como é o caso desse desenho. E, talvez por não comercializar meus quadros e desenhos, consigo me expressar de forma mais livre, pessoal. Eu gosto muito de cores e tudo que tem cor me atrai; mas, há vários tipos de cores... Tecnicamente eu tenho consciência de várias direções na arte, mas, sigo apenas meu sentimento mesmo, às vezes faço, de propósito, traços disformes que formam um conjunto de beleza acadêmica quando aliados aos traços uniformes e fiéis. Eu misturo, desde que o resultado me satisfaça. É meu jeito de me expressar. Nem sempre as cores ‘gritantes’ são essenciais para uma expressão de sentimento. O sentimento ‘grita’ quando a arte é feita com amor e, quando isso acontece, mesmo em branco-e-preto pode-se ter a sensação de todas as cores do mundo. Óbvio que a retratada por si só já é de um charme absoluto. É a mulher mais bonita que eu já vi na minha vida!

Um comentário:

marcio paradise disse...

FUI AO TEATRO ONTEM ASSSTIR A PEÇA O PINTOR.. A FILHA DE CARMEN , ANTONIA FHERING ESTA NO ELENCO... E O MELHOR FUI NO DIA EM Q CARMEN ESTAVA NA PLATEIA.. SEU QUADRO É LINDO ...ADORO BORBOLETAS E AMO A CARMEN .ELA NAO ME CONHECE MAS ADMRO MUITO ELA ..E AGORA VC ..DESCOBRI ESTE SEU TRABALHO..PARABENS
ELA É LINDA DEMAIS E A FILHA NEM SE FALA.... SOU PASSISTA DE UMA ESCOLA DE SAMBA CUJO SIMBOLO E BORBOLETA