terça-feira, 17 de março de 2009

CLODOVIL HERNANDEZ, Um Brilho de Coragem, Polêmica, Talento e Sucesso!

Passei horas diante da televisão esperando boas notícias sobre a saúde de Clodovil Hernandez... Até que a notícia pior foi avisada, de que seu cérebro parou. Clodovil não poderia faltar como exemplo na história de muita gente que aspira chegar a algum tipo de reconhecimento por mérito próprio. Ele não veio de uma época mergulhada em infinitas informações e toda essa pressão que existe por bons resultados e por atividades obrigatoriamente bem-sucedidas, com tanta gente pseudo-intelectual que fala muito sobre o que aprende nos livros, enquanto parece vazia da própria e autêntica humanidade. Clodovil foi – de início – um sucesso na moda sendo autodidata e isso é ser talentoso... Não há professor universitário ou teste que te imprima um dom. Ter um dom é coisa muito séria, é uma riqueza divina. Eu não acredito em fim de nada, porque eu sou católico. Numa percepção cientifica, fiquei fascinado quando, ainda garoto, aprendi numa palestra que muitas das estrelas que estão brilhando no céu "extinguiram-se há milhões de anos"... Mas, é a luz que continua viajando pelo espaço. Como é possível a gente afirmar que as coisas acabam? Não acabam... Nada acaba! É preciso que cada pessoa construa e reflita um caminho repleto de realizações, bons exemplos, de muita beleza focada nos dons que recebeu... É preciso deixar um brilho. O brilho de Clodovil não poderia faltar no cenário de Brasil. Uma fusão de estilista, apresentador, cantor, ator... Alvo, durante muitos anos, da antipatia prematura/precipitada de muita gente; mas, também cheio de amor de muita, muita gente. Optando sempre pelo amor e apoiado por esse lado, ele surpreendeu aos ‘precipitados’ em adotá-lo como antipático, sendo eleito deputado federal em 2006 com uma quantidade impressionante de votos. A cada subida e descida, Clodovil manteve o equilíbrio de sua trajetória de sucesso, reconstruindo possibilidades, expectativas dos telespectadores... Todos torcendo por ele, aplaudindo cada efeito que surgia de sua caixa de surpresas. Clodovil é como um jogo de espelhos que refletem a imagem original numa outra e noutra... E noutras. Uma sucessão de novos talentos, graus de temperamento, ações e reações infindáveis que continuarão.

Nenhum comentário: