segunda-feira, 9 de março de 2009

Moda Masculina – Simetria Essencial no Armário do Homem | O Terno Ideal

Há pouca coisa tão feia e triste quanto se deparar com um homem usando terno que não lhe cai bem. Pior é quando faz pose de que está muito bem! A grife pouco importa, o que conta realmente é o tecido na estação, a costura e o corte bem-feitos - o caimento perfeito ao corpo. Óbvio que encontrando sintonia entre manequim e seu corpo, haverá fidelidade à grife. Na hora de comprar, você deve estar atento ao comprimento do casaco que deve ir até exatamente cobrir o 'traseiro' – nem mais nem menos – e não é todo vendedor que sabe orientar do jeito certo, porque as lojas erram nessa seleção. A manga vai até o pulso e segue a linha do braço sem ser muito justa. Os ombros são muito importantes em qualquer roupa, o alinhamento dos ombros no casaco é essencial para a beleza da produção e valoriza o porte masculino... A linha da costura do ombro deve descer certinho com a dobra do braço, não pode criar dobras caindo sobre a manga. E quando você fizer a prova, deve levantar os braços, colocá-los em várias direções para testar se os ombros ficam 'imóveis' e o tecido não amassa, nem vai subir mudando o caimento. O cano da calça deve ir até exatamente encostar o "peito do pé", nem mais nem menos. Se você é muito alto e se incomoda com altura, escolha a calça com barra italiana. Mas, se quiser aparentar mais altura, prefira calça sem barra italiana. Sapatos e cintos devem combinar sempre; e, de início, homem só deveria usar duas cores de sapatos: preta e/ou marrom. As meias devem ser na cor da calça ou dos sapatos... Tem gente que pede para combinar meia com camisa, mas eu não gosto e tem homem que não combina com isso. Terno claro só deve ser usado até 11 horas da manhã para sair de casa. A qualidade de uma roupa correta deve representar durabilidade. Não há nada de errado em manter um único terno por anos, desde que muito bem conservado: guardado recheado com espuma e forrado com capa, em ambiente limpo. O ideal é ter no armário um terno marinho, que pode ser usado em qualquer horário, para assistir casamentos e até para casar. Há ainda a possibilidade de trocar a calça marinho por uma cinza. E, numa saída muito esporte, vestir regata clara e meio transparente por baixo do casaco, com jeans escuro bem moderno. Depende do seu estilo. Se a mulher pode e deve repetir roupa, o homem então pode repetir quantas vezes for preciso. Então, basta escolher uma camisa com listras finas e a gravata pode ser em qualquer tonalidade, ou lisa. Prestar atenção ao colarinho: camisa sem botão no colarinho é sempre formal. Não precisa de lenço no bolso. Isso tudo vale também para smoking, com observação que smoking se usa com gravata borboleta preta. É cafona, brega, usar gravata borboleta colorida em smoking - aliás, quem veste isso deve ter consciência de que nem é mais smoking. E gravata não pode ser de laço pronto, tem de ser tradicional, com laço dado manualmente. Não custa nada aprender. Nenhum homem deve combinar cor de gravata com a cor da roupa da mulher; eu já vi muito isso em casamento e não é bonito, não deve existir 'par' quando o assunto é roupa para casal, não é quadrilha, ciranda-cirandá. Pare com isso, minha gente! Também não precisa de relógio no pulso quando tiver de vestir terno ou smoking... Não importa se é Rolex ou outra grande marca tão ostentada nessa nova onda dos novos-ricos; seja qual for a grife do relógio, o que interessa é mostrar as horas e não é bom estar num compromisso olhando para a hora. Em climas quentes, como no Nordeste, é absolutamente confortável que a loja ofereça peças sem o forro interno e em tecidos como gabardine ou algodão, ideais para temperatura mais quente. Acho terrível e uma grande desinformação as lojas que vendem exclusivamente ternos forrados e que não tem vendedores bem treinados sobre tecidos, comprimentos e tudo mais que é tão importante para o efeito visual e o conforto. E isso é uma crítica muito positiva! Também não é proibido usar terno com forro, ou em qualquer tecido; depende da pessoa... Eu, por exemplo, sou muito friorento e uso casacos forrados, mesmo no verão... Conhecendo o básico que deve ser a roupa masculina em qualquer parte do mundo, você pode construir seu próprio estilo juntando elementos que você gosta, dependendo do seu humor, do seu gosto, enfim... Vou tão além que se me der na telha ponho veludo preto ou verde-musgo com gola acetinada em pleno janeiro – mesmo porque, hoje em dia, nenhuma grande festa deixa de ter um potente sistema de ar refrigerado. O conforto pessoal é decisivo.
.

Fotografia: Arquivo Pessoal - Givenchy.

2 comentários:

felipe disse...

=)

Anônimo disse...

Olá Jamill!Acabo de acha-lo por aqui pesquisando sobre ternos masculins!Bacana seu post e a maneira clara e objetiva de apresenta-lo!Gostaria de dizer que também admiro e respeito Carmen Mayrink!Sua dedicação e apresso 'a ela e a seus pais é admirável diante a tanta indiferença na maioria das pessoas!Vamos nos falando e será um prazer tê-lo mais próximo por aqui ou pelo orkut!Tentei adciona-lo por lá mas não consegui!Trabalho com figurino e gostei do seu estilo e trabalho!Parabéns atrasado e até breve!Alex Dário