domingo, 26 de abril de 2009

Alta Costura - O Vestido Predileto de CARMEN MAYRINK VEIGA

video
Um dos mais importantes vestidos da alta costura francesa do século XX é um longo e emborrachado shocking pink da coleção de Carmen Mayrink Veiga, usado por ela na posse do Presidente Figueiredo. "O vestido não fez o menor sucesso, porque na época estava uma mania de bordados", diz Carmen. A perfeição do vestido assinado por Yves Saint Laurent em 1978 é uma coisa tão fora de série que simplesmente não há costuras visíveis em todo o levíssimo crepe acetinado e emborrachado com laços de veludo no ombro e na coxa. O W inglês publicou esse exemplar na capa quando o costureiro elegeu a peça que ele mais gostava – mais tarde, a revista Veja também publicou o comentário do costureiro. Em 2001 a atriz Silvia Pfeifer envergou o shocking pink de Carmen para um editorial de moda de abafar, que teve como cenário o gigantesco apartamento da jet-setter no Rio. A Silvia ficou apaixonada pelos vestidos. Para os que ainda não conhecem essa beleza da alta moda, o vestido foi desfilado quando Yves Saint Laurent parou de fazer alta costura, em janeiro de 2002, no Centre Georges Pompidou, em Paris. Se aparentemente ele expressa muita simplicidade, aviso que para a confecção dessa obra de arte foram necessários máquina e acessórios especiais para o tecido e modelagem da peça, resultando de maneira artesanal e exclusiva em total sintonia de elegância e sofisticação atemporais, tingidas com o charme de uma das mais elegantes mulheres do mundo.
.
Fotografia: Arquivo Pessoal - Silvia Pfeifer usando vestido da coleção de Carmen Mayrink Veiga para revista Quem Acontece, 2001.

2 comentários:

Marcio.G disse...

Oi, querido, seu blog é bacanérrimo.
Aliás, "bacanérrimo" é uma expressão muito usada por sua musa, nossa musa, Carmen Mayrink Veiga. Abraço, obrigado por acompanhar meu blog.

Tony disse...

Jamill

Já te falei que curto muitíssimo o seu blog, né?... Aliás, não poderia mesmo ser diferente, uma vez que os temas de nosso interesse são os mesmos, e você escreve muito bem sobre eles. Estou sempre por aqui, embora nem sempre deixe mensagens. Eu tenho guardada a "Veja Rio" cuja capa é o retrato de Carmen M. V. feito pelo Portinari, e sempre lembro de você quando a vejo!... Nesta revista é que fiquei sabendo sobre o tal vestido do Saint Laurent, eleito por ele próprio uma de suas melhores obras. Pena que na matéria da Veja não saiu a foto do vestido. Obrigado por postar aqui no blog a foto, bem como falar um pouco mais sobre ele.

Gostaria de comentar ainda sobre Clodovil, que foi tema de um post mais abaixo... Eu também o admirava muito! Um senso estético apuradíssimo, alta sensibilidade... Alguém que sabia muito bem viver com refinamento, elegância, sofisticação, qualidade de vida... coisas tão raras nos dias de hoje - como vc bem diz aqui várias vezes. Fico tão triste quando penso que ele não está mais entre nós! Ainda tinha esperança de voltar a vê-lo nas telinhas, teria sido tão bom! Mas há de estar em bom lugar. Em tempo: baixei o video de "Ma Melo Melodie"... Eu também admiro quem "deixou algo de bonito para o mundo", e ele certamente o fez!

Um abraço! Até mais!