quarta-feira, 29 de julho de 2009

Click - MARININHA FRANCO é 'High-Style'

Bom dia, o Click de hoje é da chique Marininha Franco, que recentemente foi muito elogiada pela chiquerésima Carmen Mayrink Veiga. Ambas foram publicadas, recentemente, em ótimo papo num coquetel assinado pela Marininha. Enquanto seu primeiro nome é publicado no diminutivo, seu talento abrange tudo que acho bonito numa mulher da moda. Então, a Marininha, que tem o sexy, o romantismo moderno e o glamour sob medida em seu estilo, encanta a imprensa de moda, a primeira fila dos desfiles e também o maior nome brasileiro que chegou ao topo social mundial. A leveza no estilo da Marininha é uma solução visual prática para mostrar que qualquer coisa que ela vista ganha requinte e modernidade, reforçando teorias de que o estilo não deve ser forçado além do conforto. Ela tem um ar que combina com a tradição da alta costura chique. Mas, não é só a roupa... A Marininha é inegavelmente elegante!

sábado, 18 de julho de 2009

Alta Costura & Desfile - Risinhos e Intimidade na Alta Moda de Paris

video

Bom dia... Nunca imaginei que meu recente texto sobre alta costura rendesse tantos e-mails de leitores "indignados" com meu crítico comentário ultra-realista. Indignação porque muitos esperavam que eu escrevesse como sempre faço: um texto recheado de fantasia chique. Porém, todo mundo concordou. Realmente, a inspiração não veio nem pelos acessórios das grifes... Acho que a alta costura está numa situação horrível. Nunca havia visto tanta coisa feia numa semana de alta moda e não gostaria de falar mais nisso, porque realmente não há o que dizer. Quero deixar claro que minha crítica não tem nada a ver com a qualidade de tecidos, qualidade técnica, enfim... Tem a ver com a falta de criatividade. Para ilustrar a postagem de hoje, um aperitivo do horror: manequins Dior, a primeira exibindo a perfeição das mangas nos braços, ombros alinhados, maquiagem perfeitíssima, uma exibição íntima totalmente dispensável. Mesmo se fosse desfile de lingerie de luxo, as mulheres da alta sociedade recebem malas com as maiores novidades de La Perla, ou qualquer grande grife, na intimidade de suas casas. É tudo muito discreto e fino. A apresentação da modelo é perfeita, preciso deixar isso bem claro, elas não tem culpa do que tem de vestir na passarela. Além dessa apelação íntima da grife, que não agrada em nada as clientes da alta costura, o que há de vantagem, de novo? Nada! Definitivamente, eu apoio o vintage mais do que nunca.

sexta-feira, 10 de julho de 2009

Alta Costura - Em Destaque, Armani Privé Isenta-se da 'Insossa' Alta Costura de Paris

Gosto de qualidade, exclusividade, de artigos e serviços de luxo, mas beleza é essencial. A alta costura está horrível nessa temporada de desfiles em Paris. Esperei o desfile da Valentino antes de ontem para poder comentar, mas nem isso me animou. Pelo contrário, me decepcionou! Pelo menos, depois de apresentar uma coleção esquisitíssima e fraca de novidade para Dior, com a repetição de muita coisa, John Galliano apareceu bem-vestido para agradecer a paciência dos espectadores que viram modelos descendo uma escada ao som de risinhos na trilha sonora, tudo para emoldurar uma tentativa de atrevimento fashion, usando muitas roupas íntimas à mostra e parecendo 'loucas'. Será que ele quer que vejamos ou vislumbremos a intimidade das mulheres da alta sociedade? Gente fina não fala de intimidade, não mostra intimidade. Talvez seja tentativa de mostrar como os homens gostariam de ver as mulheres! Que fetiche! Será?! Nem foi grande coisa. Nunca a loucura esteve tão na moda! Karl Lagerfeld, que eu elogiei recentemente, fez para Chanel uma coleção naquela mesma mania de pedrarias e da transparência nas pernas, com uma noiva branco-polar que parece um boneco de biscuit. Nem Christian Lacroix, que considerei o máximo dos costureiros na temporada anterior, conseguiu mudar a impressão, mas eu gostei da noiva que parecia ter vindo de uma de suas coleções mais bonitas. Surpreendi-me com a beleza na passarela de Armani Privé, que eu cheguei a esnobar um pouco no começo. Mudei de idéia e comecei a analisar mais essa versão luxuosa de Giorgio Armani, que apresentou ombros muito alinhados, sofisticação, ganha nota 10. Depois, Jean Paul Gaultier trouxe a mesma quase-total-monocromia de todos com certo toque futurista. Tento perceber a alta costura pela expressão artística, e é exatamente isso que me atrai, mas, minha gente, eu nunca gostei de arte com pouca cor e muita monotonia sem sentido de tudo, inclusive de estar no topo da moda. É muito difícil fazer uma crítica assim, sobretudo porque eu gosto de alta costura. Acho que, sem contar com Armani Privé, um único desfile de Oscar de La Renta em Nova York vale por toda essa semana de alta moda de Paris. Alguém, por favor, me convença do contrário!
Fotografias: Coleção Armani Privé; as noivas Lacroix e Chanel, respectivamente; John Galliano, Christian Lacroix e Karl Lagerfeld.

sábado, 4 de julho de 2009

Alta Costura - O Criativo e Eficaz KARL LAGERFELD

video

Em matéria de criatividade na alta moda, o Karl Lagerfeld ganha de longe do John Galliano... Eu sei que nesse caso deveria ser uma questão de arte, livre expressão, mas não há como evitar a disputa comercial na moda e a alta costura é o principal outdoor para atrair "alvos" mais deslumbrados e fashion-victims que, sem cacife para a alta moda e na busca pela chance de ostentar a etiqueta nos grupos mais simples, enchem o caixa das grifes comprando acessórios e perfumes. Mas, voltando ao luxo de Lagerfeld... Quem lembra daquele grande carrossel de alumínio que ele montou na passarela e encheu de modelos apresentando prêt-à-porter? É eu sei que prêt-à-porter não é assunto, mas... Mas, a criatividade dele é uma coisa muito bacana. Ano passado, a alta costura Chanel saiu do meio de torres futuristas. Eu gosto dessas coisas! Recentemente as revistas de moda avisam que Lagerfeld pode sair da Chanel para dar lugar a Alber Elbaz. E em se tratando de personalidade, Elbaz é mais comum que Lagerfeld, e, portanto, mesmo com toda a criatividade que ele tem, fica difícil atrair atenções nesse mundo consumista comandado por figuras que constroem personalidades 'folclóricas' na moda. Galliano, por exemplo, por mais beleza e sofisticação nas passarelas Dior, ele sempre aparece de um jeito que muitas vezes beira o cafona. Já Karl Lagerfeld tem uma expressão mais séria e elegante, não passa nem por perto de ser cafona, mesmo com leque e rabo de cavalo ele consegue ser muito moderno. Tem a questão da atitude também. Claro que cada fashion-designer tem um jeito muito particular de fazer charme e, sem dúvida nenhuma, o charme de Lagerfeld é uma grande marca que atrai as atenções para uma Chanel que tornou-se através dele, com sua sensibilidade para a re-estilização do clássico em estrutura atual, principalmente na apresentação das coleções, uma das grifes mais modernas do mundo. No vídeo acima, quando a noiva aparece com sua capa de plumas, é realmente de abafar!

quarta-feira, 1 de julho de 2009

Convite - Show do ANDRÉ TONANNI

O convite hoje é para você curtir música de qualidade no show que o André Tonanni vai apresentar no dia 08 deste mês, para divulgar seu CD, às 21h no Teatro Jaraguá, em São Paulo. Alguns detalhes da apresentação é que será com piano & orquestra e terá participações especiais, conforme você pode ver acima (clique na imagem para ampliar). Não percam!