sexta-feira, 10 de julho de 2009

Alta Costura - Em Destaque, Armani Privé Isenta-se da 'Insossa' Alta Costura de Paris

Gosto de qualidade, exclusividade, de artigos e serviços de luxo, mas beleza é essencial. A alta costura está horrível nessa temporada de desfiles em Paris. Esperei o desfile da Valentino antes de ontem para poder comentar, mas nem isso me animou. Pelo contrário, me decepcionou! Pelo menos, depois de apresentar uma coleção esquisitíssima e fraca de novidade para Dior, com a repetição de muita coisa, John Galliano apareceu bem-vestido para agradecer a paciência dos espectadores que viram modelos descendo uma escada ao som de risinhos na trilha sonora, tudo para emoldurar uma tentativa de atrevimento fashion, usando muitas roupas íntimas à mostra e parecendo 'loucas'. Será que ele quer que vejamos ou vislumbremos a intimidade das mulheres da alta sociedade? Gente fina não fala de intimidade, não mostra intimidade. Talvez seja tentativa de mostrar como os homens gostariam de ver as mulheres! Que fetiche! Será?! Nem foi grande coisa. Nunca a loucura esteve tão na moda! Karl Lagerfeld, que eu elogiei recentemente, fez para Chanel uma coleção naquela mesma mania de pedrarias e da transparência nas pernas, com uma noiva branco-polar que parece um boneco de biscuit. Nem Christian Lacroix, que considerei o máximo dos costureiros na temporada anterior, conseguiu mudar a impressão, mas eu gostei da noiva que parecia ter vindo de uma de suas coleções mais bonitas. Surpreendi-me com a beleza na passarela de Armani Privé, que eu cheguei a esnobar um pouco no começo. Mudei de idéia e comecei a analisar mais essa versão luxuosa de Giorgio Armani, que apresentou ombros muito alinhados, sofisticação, ganha nota 10. Depois, Jean Paul Gaultier trouxe a mesma quase-total-monocromia de todos com certo toque futurista. Tento perceber a alta costura pela expressão artística, e é exatamente isso que me atrai, mas, minha gente, eu nunca gostei de arte com pouca cor e muita monotonia sem sentido de tudo, inclusive de estar no topo da moda. É muito difícil fazer uma crítica assim, sobretudo porque eu gosto de alta costura. Acho que, sem contar com Armani Privé, um único desfile de Oscar de La Renta em Nova York vale por toda essa semana de alta moda de Paris. Alguém, por favor, me convença do contrário!
Fotografias: Coleção Armani Privé; as noivas Lacroix e Chanel, respectivamente; John Galliano, Christian Lacroix e Karl Lagerfeld.

Um comentário:

me disse...

ohhhh finalmente falou de armani e valentino!! valentino realmente foi decepçao!! bem nem tanta o que se esperar de designer de acessorios??? nem aqueles sapatos lindos que eles faziam antes eles fazem mais! gostei da dior e sobre o desfile da chanel aqueles bordados foram sobra do desfile couture inverno 2007!!! rs pode olhar!