sábado, 8 de agosto de 2009

Moda – Eu Não Tenho Medo da Elegante ANNA PIAGGI

Eu estava criança quando folheava uma revista e vi pela primeira vez a Anna Piaggi, uma das mulheres mais elegantes do mundo. Não chorei de medo porque gostei das cores e, talvez, certamente eu já tinha muita esperteza para identificar a elegância, mesmo quando a embalagem é, digamos, "esquisita"... Mas, não dei importância. Além do mais, pensei que fosse um boneco. Eu não sabia o que era Hall of Fame. Uma criança não dá importância para isso e eu só queria saber de fazer minhas obrigações de escola, ter boas notas, cumprir meus horários para no domingo, despreocupado, aproveitar um sorvete assistindo desenho animado e um Redoxon antes de dormir. Não tinha idéia! Mas, apesar da ingenuidade, a gente aprende com o tempo... Depois fiquei imaginando: é que talvez esse jeito todo atraia as atenções de fashionistas, estilistas, pessoas de fora da moda. Vai ter sempre alguém esperando a Anna Piaggi entrar para assistir um desfile, para ver qual será sua extravagância da vez. Que pessoa normal vai ficar prestando atenção num estilo tão exagerado? Só mesmo alguém que gosta de arte, de cor, de alegria. Além disso, sempre lembro da Elke Maravilha quando penso na Anna Piaggi, porque, querendo ou não, elas usam muito sabiamente a moda como marketing pessoal, tanto que se adaptaram e fizeram disso um estilo mesmo; e ambas tem a ver com moda, porque, para quem não sabe, a Elke desfilou moda no Brasil. Fico imaginando: será que a Anna Piaggi dorme assim com essas super-roupas?! Deve ser uma noite mal-dormida e tanto!!!! Ela parece o Chapeleiro Maluco de Alice no País das Maravilhas! E quem não gosta de fantasia?!! Todo mundo gosta. O mais importante no estilo de Anna Piaggi é que ela conseguiu atrair as atenções para a liberdade de combinações na moda, a escolha é bem-vinda e as estampas são chiques, principalmente quando, com toda a honestidade, aprendemos que mesmo com insanidade fashion, a elegância se sobressai. Hoje em dia, quando a vejo, apesar dela ser baixinha eu penso: que luxo, hein!

2 comentários:

sunshine disse...

Jamill, ela realmente parece o
"Chapeleiro Maluco de Alice no País das Maravilhas"!! Ótima analogia...Adorei o texto!!
Elaine Portella.

Anônimo disse...

Your blog keeps getting better and better! Your older articles are not as good as newer ones you have a lot more creativity and originality now keep it up!