domingo, 25 de setembro de 2011

Moda – Uma Calça Para Aguçar Sexualidade

É como se eu já conhecesse isso, e realmente conheço. Mesmo quando você ganha fortunas com usinas de açúcar, por exemplo, é preciso ter um grau de consumo compatível com seu grupo social e econômico. Ir, na adolescência, aos desfiles de Alexander McQueen é uma experiência não apenas do que a moda estava se transformando, em matéria de tecnologia e show teatral, mas, uma indicação de que os melhores fashion designers não fazem, nem vendem, moda brutalmente igual, eles fazem e vendem moda individual. Porém, às vezes, o que é fashion pode ser feito sobre algo coletivo, provocativo, acessível e sexual, mesmo quando falamos de uma marca de verdade. Aos 15 anos, um jovem já estava apostando nas calças de cintura baixa de McQueen, para homens e mulheres, quase sexuais, pois, mostram os pêlos sexuais pubianos, o que é um fetiche, sim, mas não nesse caso, pela marca que garante apenas uma expressão técnica. Isso lançou, no mundo todo, a “tendência” das cinturas baixas – mas, nem tanto quanto às originais – de marcas até populares. Portanto, as calças de cinturas baixas, como pretendentes desprezados no armário desde que você engordou ou por outros modismos, forçarão sua dieta e vestirão sua sexualidade exibicionista, ou, dependendo da força econômica, sua técnica. Detalhes.

Nenhum comentário: