domingo, 14 de dezembro de 2014

BlackFish: Alerta Sobre o que Fazemos, Incentivamos e Devemos Mudar


Eu aderi ao comportamento americano de ver filmes e documentários pela internet; por isso, muitas vezes eu assisto aos documentários do aplicativo da NetFlix. Eu sei que quase não há nada mais 'careta' do que assistir filmes e documentários em casa - até ir ao cinema já é considerado 'careta' também. Imagina só como as coisas estão malucas! Estou evoluindo e me permitindo. Eu aconselho que você instale NetFlix na sua televisão, veja "BlackFish" e indique aos seus amigos, sobretudo aos que, como eu, também gostavam tanto do Show da Shamu... O documentário mostra, de forma muito desmascarada, a realidade das orcas - índios chamavam as orcas de "black fish", por isso o nome do documentário - que são capturadas, ainda bebês, e transformadas em atrações em parques aquáticos como o Sea World, por exemplo. Muitas pessoas ainda têm resistência para o óbvio: os animais são seres vivos, merecem a liberdade e devem ser respeitados. Para quem mantém essa teimosa e, atualmente, ignorante resistência e para quem escolheu lutar pela igualdade entre os seres vivos, esse é um documentário sensacional. Eu gostava do Sea World, como escrevi antes, até saber que a embalagem que vemos e mantemos com nosso dinheiro é somente a ponta de uma montanha de brutalidades. Em BlackFish você se surpreenderá com relatos embebidos em arrependimento e dor de quem colaborou com a captura, diante dos olhos da família de orcas que assiste tudo, em desespero, emitindo sons de sofrimento, depois de uma luta na tentativa para despistar os caçadores, por desvios logo vistos por um helicóptero preparado para avisar quando elas viessem à superfície respirar. É uma brutalidade terrível. A evolução humana está muito ligada a forma como tratamos os animais, os seres vivos no geral, tudo que não é baseado em amor e igualdade não vale a pena neste mundo. E, certamente, não valerá no outro. Assista ao documentário BlackFish. É emocionante e revela uma realidade que precisa de nossa ajuda, assinando petições e combatendo que a humanidade continue tão monstruosa.

Nenhum comentário: